CBMM planeja expansão

Projeto vai ampliar produção anual de nióbio em 50 mil toneladas em Araxá

A Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM) inaugurou nesta quinta-feira (4/11), em Araxá, o projeto de expansão de planta industrial que visa ampliar a produção de nióbio de 100 mil para 150 mil toneladas por ano. A proposta contará com mais de R$ 2 bilhões em investimentos e prevê a construção de uma estrutura de disposição de rejeitos, com uma geração estimada de 133 empregos diretos no município do Alto Paranaíba.

De acordo com a CBMM, para antecipar a demanda do mercado, foi realizado um investimento superior a R$ 3 bilhões, nos últimos 8 anos. Em decorrência, foi possível incrementar a capacidade de produção de 100 mil toneladas para 150 mil toneladas de produtos industrializados de nióbio por ano.
“Há mais de seis décadas investimos no desenvolvimento do mercado de produtos de nióbio. E pretendemos oferecer soluções tecnológicas cada vez mais relevantes para as diversas indústrias. Temos a perspectiva de dobrar de tamanho, em volume de vendas, até 2030, e para isso vamos realizar investimento superior a R$ 7 bilhões, para um novo ciclo de expansão, que deve ter início em 2023”, explicou o CEO da CBMM, Eduardo Ribeiro.

“A demanda de nióbio está crescendo anualmente. Isso demonstra que o metal tem uma aplicação cada vez maior no setor produtivo. Um exemplo é a fabricação de bateria de lítio; o nióbio ajuda no carregamento mais rápido e a aumentar a vida útil do produto. Isso torna o cenário da CBMM e de Minas mais promissor”, avaliou o governador Romeu Zema.

Outros investimentos

Antes de visitar a CBMM, pela manhã, Zema foi até à McCain, fábrica de batatas em construção às margens da BR-262, entre Araxá e Uberaba. A empresa está investindo cerca de R$ 250 milhões na instalação da unidade industrial no município.

Autor: Saulo Aguiar

É jornalista, radialista e cooperativista. Formado em Comunicação Social, ganhou destaque com colunas opinativas e reportagens investigativas. Possui cursos na área de assessoria de comunicação, cooperativismo e gestão de projetos.

Compartilhe
468 ad

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *