Fazenda Máfia vence Cala Boca no primeiro jogo da final do Ruralão 2017

Partida realizada no Estádio Municipal Fausto Alvim reuniu um bom número de torcedores neste domingo, 17.

Ruralão

Nos primeiros 90 minutos da grande decisão, a Fazenda Máfia venceu a equipe do Cala Boca. A primeira partida da final do Campeonato Ruralão 2017, promovido pela Prefeitura de Araxá, através da Secretaria Municipal de Esportes, reuniu um bom número de torcedores que prestigiaram a etapa inicial da decisão no último domingo, 17, no Estádio Municipal Fausto Alvim.

Aos 14 minutos do primeiro tempo, Queijinho bateu escanteio pela direita na área, Juninho Valeriano chegou batendo de primeira a bola cruzada que caiu nos pés de Beto Moura. Livre de marcação e diante do goleiro Juarez, o atacante da Fazenda Máfia finalizou rasteiro para fazer o único gol da partida.

No jogo da volta, a Fazenda Máfia pode empatar ou perder por até um gol de diferença já que possui a vantagem de dois resultados iguais para ser campeã pela quinta vez do Ruralão. Ao Cala Boca, somente a vitória interessa, portanto, o placar de dois ou mais gols de diferença conduz a equipe para conquista inédita da competição, que está na sua 26ª edição.

A segunda partida da decisão entre Fazenda Máfia x Cala Boca será realizada neste domingo, 24, às 11 horas, no Estádio Municipal Fausto Alvim. O torcedor pode chegar mais cedo ao local do duelo decisivo para acompanhar a decisão do terceiro lugar com Fazenda Córrego da Mata x Itaipu. Neste jogo com horário marcado para 9 horas, ninguém tem vantagem do empate e, caso o placar aponte igualdade no final dos 90 minutos, o terceiro colocado será definido nas cobranças de penalidades máximas.

Após o encerramento dos dois jogos, a Prefeitura de Araxá procederá com a entrega de medalhas, troféus e premiação.

Autor: Saulo Aguiar

É jornalista, radialista e cooperativista. Formado em Comunicação Social, ganhou destaque com colunas opinativas e reportagens investigativas. Possui cursos na área de assessoria de comunicação, cooperativismo e gestão de projetos.

Compartilhe
468 ad

Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *